quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Quem é o grande autor desse livro? que gosta de amores e dramas, frutações e conquistas. Não podia ser simplesmente bom? Por que o aprendizado é necessário? já podia escrever tudo de maneira boa e aprendida e a única função da história seria usufruir. Pra todos, só restaria usufruir e sentir coisas boas.
A sensação de vazio não existiria. Mas, tendo autor não deve existir vazio. Por sua vez, esses momentos existem, e fortes.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

STAND BY ME

Essa é a melhor versão, a mais emocionante que já ouvi e vi dessa música.
ENJOY!!!

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Rascunho

Manter as coisas simples, do jeito que devem ser. Sem maiores delongas, sem maiores conjecturas, sem maiores problematizações. Simples, do jeito que são. Tudo é complicado? Não, as pessoas é que são e não conseguem ver o óbvio. Porque as coisas, em si, são simples. Do jeito que vai, vem. Aquilo que vai, volta.
Seu contorno, seus entremeios, seu neurônios, suas entranhas, tem limites. O que é limitado é simples. Tem fim. Faz sentido? Não faz? o que é que importa, senão viver; amar e sofrer...e amar e sofrer, e amar e sofrer, simples, é ciclo. Não é pra entender, ta ali, é simples. Não é pra pensar. Sentiu a força da confusão? Apaga tudo e recomeça, é a melhor solução.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Meus pensamentos me dominam, não consigo me livrar deles.
Afetam minha vida de maneira perene. Me indicam coisas que não quero ver.
E antecedem sentimentos pelos quais não gostaria de transitar.
A consciência é a advogada del diablo.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Isso me dá arrepios

"A ampla maioria tanto na Câmara quanto no Senado(...) dá a Dilma a possibilidade de implementar mudanças constitucionais, que exigem o apoio de três quintos dos parlamentares das duas Casas em dois turnos de votação." (Gazeta do Povo, 01-10-2010, Governo terá a maiorina da Câmara e no Senado)

Quero pensar que essa vantagem exposta se volte como benéfica para o Brasil todo. Boas decisões, bons projetos, busca pela justiça...mas, que dá arrepios esse poder de alguém sobre o qual não sabemos absolutamente nada, ah isso dá...

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Era da escravidão acabou? tem certeza?

E se um dia perguntarem pra que você trabalhou tanto, espero que possa responder.
E se te perguntarem se valeu a pena tudo isso, também, espero que possa responder.
E se te perguntarem se você aproveitou a vida, saberás responder?
a divisão do tempo é uma ferramenta preciosa e o saber dizer não também.

Não entre na onda da exploração, nem como explorador, muito menos como explorado.

Estou tentando.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Como gastamos o tempo

As vezes me pego pensando que um mundo sem consumo seria um mundo melhor, assim, pelo menos à primeira pensada...rs Algo impossível na prática...
Se as pessoas conversassem mais e este fosse o maior propósito dos dias, seria melhor também.
Penso as vezes que não sei conversar...sobre coisas relevantes, digo.
Coisas que são importantes de serem ditas, coisas que acrescentem algo na sua e na vida dos outros, coisas que estimulem a busca, o crescimento.
Falar sobre sentimentos. Sobre os planos para o futuro. O que vc pensava que estaria fazendo com certa idade e quando chegou nela o que aconteceu. Implicações disso.
Mas, o que acontece na prática é que passamos a maior parte do tempo realizando conversas superficiais, lendo sobre assuntos irrelevantes e ainda passamos a maior parte da vida no trabalho ao invés de estarmos com a família e amigos.
Me incomoda essa falta de profundidade nas relações interpessoais. Incomoda muito.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Alívio

Na multidão de semblantes sérios e presos em seus pensamentos é um alívio quando nos deparamos com um rindo consigo mesmo.

sábado, 7 de agosto de 2010

Leitores

Primeiramente, gostaria de saudar aos novos leitores deste blog VELOSO e Inaê, mesmo que com certa demora.
Aproveitando este momento, gostaria de repassar a vocês e também aos antigos leitores uma noção a qual fui apresentada neste fim de semana de quão ampla é a idéia de "leitura".
Eu, você ou qualquer outra pessoa não precisamos necessariamente ter a visão perfeita para poder efetivamente "ler" algo. E também, não lemos somente textos escritos na sua apresentação tradicional.
Desde que nascemos, nós lemos. Interpretamos pessoas, lugares, regiões, imagens a partir de vários sentidos. Pela observação, pela audição, pelo cheiro...a tudo que estamos expostos, nós damos certo sentido. Interpretação.
Trata-se de um conceito amplo de leitura, mas que acredito ser bem interessante e realmente verossímil.
Aqui, explora-se a leitura tradicional e talvez um pouco da leitura de imagem. Pois não temos os sons, as expressões de rosto...sim, também lemos as pessoas. Principalmente, estas.
Dentro dessa visão amplificada, desejo boas leituras a todos! Não somente aqui, mas onde quer que estejam. Não só os novos leitores, mas sem dúvidas os que já vinham aqui e aqueles que nunca se manifestaram...rs
Hasta la vista

terça-feira, 22 de junho de 2010

Para refletir

"Quando tiver uma boa desculpa, não a use."

domingo, 20 de junho de 2010

Pedido

Deus, que sua vontade se realize, mas que eu possa entendê-la caso não coincida com a minha...que faça sentido para mim qualquer que seja a tua vontade.

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Pode virar mantra?!

"Conhecer as nossas fraquezas para torná-las fortalezas"

Encontro força dentro de mim dia-a-dia. Confiança.

domingo, 2 de maio de 2010

Cultura do Negativo? Pra quê?

Penso que uma das coisas mais difíceis de se fazer é lutar contra os pensamentos negativos e substituí-los por positivos. Existe uma certa cultura do negativismo que é exercida constantemente pela mídia e vai contaminando a todos de alguma forma. Mas, por que? Por quê 95% das notícias são ruins? Certamente existem muitas coisas boas a serem divulgadas, mas passam batidas...
Essa cultura negativa traz cada vez mais problemas, porque as pessoas se tornam tristes, medrosas, derrotadas pela desesperança...e pra quê? Quem se beneficia com isso? Acredito que nem mesmo os que pensam que se beneficiam...
Se tivéssemos sempre pensamentos positivos não nos importaríamos em esperar o tempo certo das coisas, veríamos a beleza desse mundo e contribuiríamos para que melhorasse ainda mais porque as pessoas desconhecidas não se tornariam ameaças iminentes como parece que ocorre hoje (cadê a confiança no ser humano?!); a solidariedade seria despertada, pensaríamos primeiro no bem e não no mal do próximo...
Reeducação das mentes para ver o lado bom das pessoas, das coisas e do mundo é um bom meio para realização de mudanças benéficas a todos. Garanto que angústia seria algo praticamente inexistente em um ambiente de pensamentos positivos.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

“A VIDA DOS OUTROS”

O título acima é muito simples a ponto de não remeter à beleza da história que está por traz dele. Trata-se do nome de um filme belíssimo que se passa na época da Alemanha socialista (oriental). Um filme que apesar de ter seu contexto histórico retrata a redenção de um agente da polícia secreta do governo ao seu coração, em detrimento do seu dever que era prender subversivos ao sistema. Filme muito sensível ao sentimento humano, apesar da situação de desrespeito à privacidade e alta vigilância governamental que feria inúmeras pessoas e resultava em atrocidades.
A sensibilidade é perene neste filme. Tanto que me fez querer que outras pessoas o vissem e daí surgiu este pequeno texto. Fazia tempo que não via um filme decente em termos de conteúdo e este foi. Mudanças são possíveis.
Um momento solitário pode ser muito rico na companhia deste filme como foi para mim.
Indico.

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Cultura religiosa

A riqueza das mais variadas culturas é belíssima e essa é transmitida também para as mais diversas denominações religiosas. Cada uma tem seu mistério, sua crença e seus ritos. Aquilo que parece absurdo para certas culturas tem todo um significado para outra e assim por diante. Então, antes de falarmos de qualquer religião vamos buscar tirar nossos véus preconceituosos e mergulhar na mística e no porque de cada uma. Assim, perceberemos muitas coisas em comum, mas em maneiras diferentes de expressão.
No fundo, todas elas devem ser entendidas como um processo de auto-conhecimento, reconhecimento de limites e potenciais próprios e dos outros, conviver com o outro a partir dessa lógica e aí sim conhecer a Deus. O conhecimento acerca de Deus necessariamente passa pelo relacionamento com o próximo e com nós mesmos.
Diante dessa perspectiva, o fanatismo não existiria. Pois o próximo seria tão importante como nós mesmos e aí quem faria mal a alguém ou prejudicaria seu próprio meio?!
Os mistérios podem ser aos poucos revelados...temos que nos abrir para isso.
Bon Voyage

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Exposição do Santíssimo

Vocês têm idéia de que neste exato momento todas as igrejas católicas do mundo estão com o Santíssimo exposto e está tendo adoração a cada minuto???!
Me dá até um arrepio.
Acho lindo esse tempo que terá um final ainda mais belo no domingo de páscoa! O Domingo que se celebra o Cristo já ressucitado!

Demonstrações lindas de fé podem ser apreciadas principalmente nessa época nas igrejas. Tempo de conversão, renovação e novas esperanças.

Feliz Páscoa a vocês!

domingo, 21 de março de 2010

O amor é o sentido

Hoje tive um dia especial de encontro com Deus e transformação interior. Participei de um retiro e teve um texto que me marcou e foi lido logo no início do dia. Desconheço a autoria do texto, mas certamente quem o escreveu foi de uma sabedoria e inspiração imensa. Diz assim:

A inteligência sem amor, te faz perverso.
A justiça sem amor, te faz implacável.
A diplomacia sem amor, te faz hipócrita.
O êxito sem amor, te faz arrogante.
A riqueza sem amor, te faz avaro.
A docilidade sem amor te faz servil.
A pobreza sem amor, te faz orgulhoso.
A beleza sem amor, te faz ridículo.
A autoridade sem amor, te faz tirano.
O trabalho sem amor, te faz escravo.
A simplicidade sem amor, te deprecia.
A oração sem amor, te faz introvertido.
A lei sem amor, te escraviza.
A política sem amor, te deixa egoísta.
A fé sem amor te deixa fanático.
A cruz sem amor se converte em tortura.
A vida sem amor... não tem sentido...

quinta-feira, 11 de março de 2010

Transformou algo

Acabo de terminar a leitura do livro "A Cabana" e sinto que algo se transformou em meu íntimo. Esta obra é linda em vários sentidos e nos faz repensar as próprias atitudes diante de Deus. Destaca essencialmente que não existe a separação entre Deus e Vida. Tudo é um só e talvez eu tenha conseguido absorver vários ensinamentos que estavam em minha frente o tempo todo ou martelando no ouvido durante anos, mas que não tinham sido interiorizados efetivamente.
Este livro é uma boa leitura independente de qual religião a pessoa pertença, apesar de ter referências cristãs. Trata-se da experiência com o Divino. Do amor especial que Deus tem por cada um de nós.
Vale a pena...pra mim valeu.

terça-feira, 2 de março de 2010

Veio a tona e logo voltará para o passado novamente

Tem horas que o passado vem a tona derepente e, sem querer, revivemos angústias daquele tempo. Dessa vez foi inevitável, mas agora a calma sobreveio novamente.
Alguns minutos de tensão, ansiedade e angústia até que o cérebro processasse e informasse...não está acontecendo de volta, você só vai ter que falar sobre isso. O "falar sobre" muitas vezes é sinônimo de reviver, mas tentarei só falar mesmo e, ainda, o mais rápido possível

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Redescobrindo a Maré

Quando finalmente toma-se uma decisão séria você quer somente se desligar do passado e garimpar o futuro. Porém a decisão é tomada individualmente e imposta aos outros o que provoca certas atribulações na adaptação ou mesmo para os outros sentirem a real proporção do que lhes foi imposto. Parece que um fio invisível ainda permanece puxando e arrebentá-lo não é fácil. Afrouxá-lo, talvez...
O jeito é ir afrouxando aos poucos diante das circunstâncias.
E criando um novo fio pra lançar em outro local...

domingo, 7 de fevereiro de 2010

(i) Lógico, (ir) racional, (in) sensatez = Fabulosa mistura

Vocês já tiveram uma certeza? Uma certeza inexplicável de que tudo vai dar certo sem saber o exato por que da sensação? Choraram de alegria? Essa é a melhor sensação...
Conseguiram ficar sem ter temores? Pensaram que todas as dificuldades vão ser superadas? Aceitaram o ruim como algo bom? Aceitaram o futuro incerto como a coisa mais certa da vida?
Iniciaram um caminho totalmente novo aonde não se sabe em absoluto o que vai acontecer, mas sabe que vai ser ótimo?
É a melhor coisa você não saber o que acontecerá, mas mesmo assim sentir que vai ser o melhor de sua vida.

Construção...construção...construção...MUITO AMOR!

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Exemplo de Missão

Nesta semana houve uma grande perda para a humanidade. Zilda Arns, médica que seguia uma missão frente a Pastoral da Criança, faleceu dia 12 de janeiro no terremoto do Haiti. Esta senhora fez muito pelas crianças do Brasil e do mundo. São incontáveis o número de pessoas que salvou com seus conselhos e receitas. Esta seguiu sua missão Cristã junto aos pobres. É um exemplo para qualquer pessoa no que se refere à caridade, humanidade e amor ao próximo. Independente de religião são pessoas como ela que deveriam ser copiadas por outrens. Hoje está sendo o velório de Zilda Arns na cidade de Curitiba - PR.
Para aqueles que querem saber mais sobre o trabalho desta grande personalidade podem verificá-lo no site www.pastoraldacrianca.org.br
Vale a pena pesquisar sobre o trabalho liderado por esta mulher e que hoje toma proporções mundiais e envolve milhares de pessoas pelo mundo afora. Parabéns a todos que tomam parte neste importante movimento pastoral.

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Época de soluções

Acredito que este ano vai ser uma época de soluções. Mudanças servem pra isso, não?!
Você decide largar o emprego, testar coisas diferentes, se aperfeiçoar intelectualmente, dar um rumo diferente pra sua vida...então está em busca de soluções. Mesmo sabendo que sua vida não é um completo emaranhado de problemas. Mas, o processo é delicado e cheio de altos e baixos. A vida sempre foi assim. Só tentamos manter os altos e diminuir sensivelmente os baixos da vida.
Porque eliminar é impossível e nisso acho que todos concordam...rs

Vislumbremos, então, um futuro diferente e melhor em todos os sentidos!